Notícias

Pescadores batem recorde ao pescar tubarão de 601 kg

 

«Era um monstro, a coisa mais assustadora que já vi», comentou o pescador Jason Johnston. «Qualquer coisa que atirássemos à água, ele devorava», contou.

«Se eu tivesse escorregado, estaria agora no fundo do mar», observou o texano de 40 anos.

Johnston e os companheiros estavam a bordo de um barco de pesca desportiva ao largo da praia Huntington Beach na Califórnia, no âmbito de um reality-show que será emitido no canal Outdoor Channel.

O espécime, um anequim (Isurus oxyrinchus), media3,65 metros de comprimento, com2,44 metros de «perímetro» (à volta do corpo), pesando 601 quilos. O anterior recorde de pesca de um anequim tinha sido registado em 2001, quando tiraram da água um tubarão de555 kg, segundo fontes oficiais.

Mas os activistas em luta pela protecção dos animais teceram críticas à «proeza», argumentando que o tubarão devia ter sido devolvido ao mar.

A biologista Kady Lyons, que trabalha no laboratório de tubarões da Universidade da Califórnia,em Long Beach, diz que é «difícil» ver um animal daqueles a ser tirado do seu habitat natural.

«Como estamos perante uma espécie [de tubarão] com uma população relativamente escassa, parece-me difícil justificar ou apoiar algo assim», comentou Lyons.

No entanto, o capitão da embarcação defendeu-se explicando que os pescadores cumpriram todas as normas marítimas e argumentou que a população dos anequins não está a ser perturbada, já que muito poucos animais são pescados.

Johnston contou que o tubarão será doado para caridade para alimentar pessoas sem-abrigo.

O público poderá assistir à aventura completa dos pescadores em breve no Outdoor Channel.

O anequim é o mais rápido entre os tubarões e é muito abundante em águas portuguesas, inclusive perto da costa, podendo representar perigo para os banhistas.

Fonte: Diário Digital